"Paixão que Supera o Tempo"

(11) 4102-7782 | (11) 95883-4567 | (11) 97454-5694

Não é cadastrado? Cadastre-se
Recuperar minha senha

A nova Placa do Mercosul e a Placa Preta.

Autor: Automóvel Clube do Brasil | Publicado em: 27/03/2018

Duas são as principais razões para a criação das novas placas: o fim das combinações da atual configuração e a formação de um cadastro integrado para todos os países do Mercosul, inspirado no sistema da União Europeia. Você encontrará detalhes na Resolução nº 729 do CONTRAN e nas Perguntas Frequentes preparadas pelo DENATRAN. As novas regras das placas estarão ativas para veículos 0km, provavelmente, a partir de janeiro de 2019 e para os demais veículos até 2023. 

Mas, muito se tem discutido sobre a mudança das atuais placas para as do Mercosul, principalmente no meio do antigomibilismo, pois afetará uma cultura. Para os questionamentos de como serão as placas que hoje são pretas para os veículos antigos de coleção, a única afirmação é que elas passarão a ter letras na Cor Prata (Swop Pantone Grey) e fundo branco (cor padrão para todas as categorias).

Nada mais foi apresentado. Ainda não houve alteração nas Resoluções que regem as certificações de veículos antigos no Brasil, portanto o procedimento permanece o mesmo.

Temos apresentado em reuniões que realizamos nos últimos anos no DENATRAN e DETRANS do Brasil a nossa proposta para as efetivas mudanças na legislação das certificações, com base nos países mais desenvolvidos no mundo. 

Defendemos que todos os veículos acima de 30 anos tenham o direito de receber a certificação e sejam classificados por selos de categorias, que identificará se o veículo é “Original, Modificado, Testemunhas de Época, etc.”. Claro, dentro de padrões de originalidade, conservação e manutenção. 

Essa proposta foi muito elogiada por todos os Diretores e Coordenadores que se passaram nos últimos anos no DENATRAN, além dos conselheiros do CONTRAN; principalmente por sua imparcialidade, ou seja, defendemos todas as classes do antigomobilismo em geral.

Mediante a nova Resolução sobre as placas do Mercosul, a nossa proposta é: que se permanecem as placas com o fundo preto e letras cinza e também a possibilidade de reservar as letras iniciadas em COL (Coleção) e HIS (Histórico) para distinguir o veículo como de coleção, pois no documento o que muda é justamente a palavra COL., esse seria um item a mais de identificação visual, além de constar no QR Code que este veículo foi certificado por determinado clube. 

Essas são apenas algumas das propostas que apresentaremos no grupo de trabalho criado pelo DENATRAN e que tivemos a honra de sermos convidados e poder contribuir com a nova resolução que será implantada em breve. Nesse grupo seremos representados pelo nosso presidente Ariel Gusmão.